O Sindmetal Ceará encerrou ontem (11/11), a negociação com a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) que definiu o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2020-2022 dos funcionários/as. Inicialmente, a empresa sugeriu retirar o abono fixo de R$ 1.800 dos trabalhadores e trabalhadoras. Após ações realizadas pelo sindicato, a CSP recuou a manteve o abono, mas com restrições.

Durante a última reunião, realizada no dia 3 de novembro, representantes da CSP propuseram fechar um ACT de 2 anos e pagar o abono fixo de R$ 1.844 (que teve reajuste de 2,46%) em 2020, mas com a retirada do benefício em 2021.

A direção do Sindicato NÃO concordou com a exclusão do abono no próximo ano e ressaltou sua posição contrária durante a reunião. Levamos a proposta para que a categoria pudesse avaliar os índices e votar pela aprovação ou não desses valores.